Brasil Novo Notícias: CONFIRA DICAS PARA A BANDEIRA VERMELHA NA CONTA DE ENERGIA NÃO PESAR NO BOLSO

segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

CONFIRA DICAS PARA A BANDEIRA VERMELHA NA CONTA DE ENERGIA NÃO PESAR NO BOLSO

Se permanecer em casa a maior parte do dia e do ano de 2020, por conta da pandemia da covid-19. tem sido algo difícil, imagine ter de reforçar o controle do consumo de energia elétrica, diante da cobrança extra na conta de luz a partir deste mês, autorizada pelo Governo Federal. A cobrança extra é de R$, 6,24 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. “Para economizar, o mais importante é usar a energia elétrica de forma consciente, porque se vai ter um gasto maior senão usá-la com racionalidade”, observa o economista e consultor Nélio Bordalo, 60 anos, sendo 39 anos de profissão.

Ele próprio não abre mão de economizar energia elétrica em casa no dia a dia. “Aqui, em casa, nós adotamos deixar acumular a roupa usada para lavar de uma só vez na máquina de lavar, obedecendo à capacidade máxima dela”, conta. A família dele também somente utiliza o ferro elétrico uma vez por semana, ou seja, não fica usando o eletrodoméstico para passar roupa toda vez que se vai sair.

“Utilizamos o micro ondas muito pouco, porque optamos por usar mais o gás. Na geladeira, uma forma de nós economizarmos energia é, na hora de preparar as refeições, retirarmos tudo que é necessário da geladeira de uma vez só. Não ficar abrindo e fechando a geladeira”, relata Bordalo, que não abre mão do planejamento em casa.

O uso de aparelho de ar-condicionado ocorre somente à noite, “quando te muito barulho na rua”. “Aproveitamos a ventilação natural do apartamento”, acrescenta. Nélio Bordalo também revela que a família dele costuma usar chuveiro elétrico pela manhã, no grau mais baixo, e sem banho demorado. O famoso “usou, desligou” é válido para a iluminação dos cômodos e de eletrodomésticos.

Consumo racional

Willian Melo, representante da área de Eficiência e Inovação da Equatorial Pará, concessionária de energia elétrica no Estado, repassa dicas para economia do consumo desse produto. No uso de eletrodomésticos vale a pena observar os selos Procel dos aparelhos. Os avaliados com selo A são mais eficientes e consomem menos energia. Também é necessário observar o consumo do kWh, pois quanto menor o número, melhor a economia.

Com relação ao ar-condicionado, a dica é: “Escolher a temperatura certa e certificar-se de que todas as portas e janelas do ambiente estão fechadas. O recomendado é regular a temperatura para 23ºC no verão e evitar que o ar frio escape do ambiente reduz o consumo do equipamento”.

Outra dica é ficar atento à borracha de vedação da porta da geladeira. A cada seis meses precisa ser checada e substituída se necessário. ” Manter a geladeira em local bem ventilado, não encostada na parede ou móveis, longe do sol e de fontes de calor, como os fogões”, salienta Willian. Nunca utilizar a parte de trás da geladeira para secar roupas e nem colocar alimentos quentes na parte interna é outra orientação.

Luz

A iluminação da casa é outro ponto importante que deve ser levado em conta para reduzir o consumo, diz o técnico da Equatorial. O ideal é substituir as lâmpadas incandescentes ou as fluorescentes pelos modelos a LED, que são inicialmente mais caras, mas muito mais econômicas. A redução no consumo com essa opção pode atingir até 80%, com iluminação mais eficiente. É importante manter os ambientes arejados – abrir as cortinas e janelas para ajudar na ventilação e reduzir a necessidade de ar-condicionado e ventiladores, mantendo o ar renovado. Utilizar modelos inverter de ar-condicionado, por ser mais eficientes e zelar pela limpeza dos aparelhos.

“O uso de chuveiro elétrico deve ser na função verão e nos momentos mais quentes do dia, utilizar no modo desligado”, repassa Willian Melo.Outra dica: a ligação elétrica da bomba d’água precisa ser feita por profissional de confiança, pois instalações malfeitas acarretam fuga de corrente e aumento de consumo. O ideal é também armazenar o máximo de água na caixa d’água para não precisar ligar a bomba mais vezes. “Outra dica importante é acumular toda a roupa para lavar e passar uma vez por semana, obedecendo a carga máxima de roupa por lavagem”, conclui o técnico.

Fonte: O Liberal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário